Book* Clube da Luta - Chuck Palahniuk

 A PRIMEIRA REGRA DO CLUBE DA LUTA É NÃO FALAR SOBRE O CLUBE DA LUTA

Hi, my lovely readers! Há séculos que pretendo escrever uma resenha de Clube da Luta... porém, até agora a preguiça me dominou. Sem contar que eu queria fazer uma resenha à altura desse maravilhoso livro.
Voilá!
Oh céus, estou quebrando a regra número 1 do Clube da Luta!!!

Clube da LutaSinopse
Clube da Luta - Considerado um clássico moderno desde sua publicação em 1996, o livro Clube da Luta consagrou Chuck Palahniuk como um dos mais importantes e criativos autores contemporâneos, além do próprio livro como um cânone da cultura pop. O livro que estava esgotado há anos volta às livrarias nessa caprichada edição.
O clube da luta é idealizado por Tyler Durden, que acha que encontrou uma maneira de viver fora dos limites da sociedade e das regras sem sentido. Mas o que está por vir de sua mente pode piorar muito daqui para frente.
O livro foi filmado em 1999, Por David Fincher (Os Homens Que Não Amavam as Mulheres, A Rede Social), que possui duas nomeações ao Oscar, que conseguiu adaptar toda atmosfera do livro, o mundo caótico do personagem e o humor negro de Palahniuk em uma trama recebida com inúmeros elogios pela crítica e pelo público que conta com os atores Brad Pitt, Edward Norton e Helena Bonham Carter.
Fonte: Skoob

Devo dizer que todos me falavam muito bem desse livro, porém, nem o filme eu havia assistido. Comecei a ler sem saber de nada e acredito que isso foi fundamental para que a minha experiência de leitura fosse tão boa!
A história já começa com uma cena bem (in)tensa, na qual "conhecemos" Tyler Durden e o protagonista do livro (cujo nome não é dito). Eu não entendi nada, de início. Só fiquei com cara de "ué". Mas acredito que essa é a proposta do livro: desestabilizar o leitor. A partir daí vamos conhecendo fragmentos da vida do protagonista. O livro não segue ordem cronológica ou linear. As frases são curtas. Pontuadas. Separadas. Mais ou menos assim.  O que deixa o leitor louco e ávido por mais informações!
A história vai do passado ao presente, do presente a um passado do passado; assim.. de uma hora para a outra. Não dá para ter certeza de nada. No entanto, é assim que a nossa mente funciona. A memória e os pensamentos não são lineares, pelo contrário, são fragmentados, emaranhados, misturados.
O protagonista sofre de insônia, fazem noites que ele não consegue dormir. Por essas e outras, ele começa a frequentar grupos de apoio em uma igreja. E é no grupo de apoio ao câncer (não, ele não tem câncer) que ele conhece Marla Singer. E a presença dela o incomoda muito. Marla desempenhará um papel importante na trama., mas não vou contar mais sobre ela haha. Posso apenas dizer que ela é uma personagem muito interessante!
O protagonista tem um emprego chato, uma vida comum chata.. como todas as vidas comuns e chatas da nossa sociedade consumista e alienada. Ele trabalha, trabalha, trabalha e gasta seu dinheiro comprando móveis e outras coisas de que não precisa. Além disso, ele não consegue dormir. Como eu disse anteriormente. Pois está cansado de ser um inútil.
Tudo muda quando ele conhece Tyler Durden. O rapaz apresenta ao protagonista uma vida completamente diferente. Tyler tem uma visão muito louca de mundo melhor. Com base na anarquia, na quebra das leis, com o lema "viver além dos limites", o  protagonista sai da Matrix. Tyler funda o Clube da Luta. O Clube da Luta é muito mais que um clube no qual alguns caras lutam. O Clube da Luta é um estilo, uma filosofia de vida. O Clube da Luta é formado por pessoas que estão de saco cheio da sociedade, são os "rebeldes". Tyler tem um discurso muito bom e um poder de persuadir e cativar fora do normal. Ele é quase que o oposto do protagonista "certinho".. mas de alguma forma eles se dão bem e se tornam amigos.O Clube da Luta vai crescendo. Novos negócios se desenvolvem Os caras recrutados remexem as suas vidas, se transformam, viram a sociedade do avesso. Vão até o fim e para além do fim. Desconstroem tudo. 
Mas, como sabemos, tudo em excesso acaba gerando consequências não muito boas. Tyler chega ao além-do-limite. "Destruamos tudo e todos que cruzarem nossos caminhos. Isso inclui destruir a nós mesmos?". A partir daí. acontecem algumas coisas que explicam o início do livro e explicam além do que esperávamos que explicasse. 
Eu AMEI Clube da Luta! De verdade! É um dos meus favoritos! Aí vocês me perguntam, mas por quê?
Bom, além de ser um livro fora do convencional, que quebra até mesmo as "regras" de composição de uma história; este nos faz refletir sobre uma porção de coisas. O enredo nos desestabiliza e às vezes precisamos de desestabilização para quebrarmos certas ideias cristalizadas em nossas mentes. Palahniuk nos faz olhar para o nosso próprio contexto. Nós somos o protagonista.
Nossas vidas são vidas de fato? Até onde temos o poder de fazer escolhas? O que são as regras? Elas foram feitas para nos ajudar ou para nos prejudicar? Quem é Deus? O que é o ser humano? Para que serve a televisão? Qual é o nosso papel na nossa sociedade? Até onde devemos alimentar nosso ego? Até onde vai o consumismo exacerbado? Quais são os limites?
Clube da Luta revira nossos pensamentos, nossos conceitos. Muda nossa visão de mundo.O livro coube perfeitamente na minha vida, pois há tempos que já venho desconstruindo muitos dos conceitos estipulados como "certos" e toda essa questão de consumismo, ego elevado, sociedade do espetáculo e vidinha medíocre. Aposto que Foucault adoraria ler Clube da Luta! Hahaha
Marquei vários trechos que me afetaram em demasia, durante a leitura... É o tipo de história que te deixa desconfortável, te questiona... mas no fim você acha isso maravilhoso.
É bem "forte". Clube da Luta fez muito sucesso e ainda faz. No fim da minha edição, o autor conta isso, cita um monte de clubes e outras coisas que foram feitas por influência de seu livro.
SUPER RECOMENDO a leitura!!



P.S: Recomendo a leitura dessa resenha

Trechos

 "Quando você tem insônia, você nunca está realmente adormecido... e você nunca está realmente acordado."

 "Toda noite eu morria, e toda noite eu nascia de novo, ressuscitado."

"As coisas que você possui acabam possuindo você."

"Será que não vou me libertar de suas regras rígidas?
Será que não vou me libertar de sua arte inteligente?
Será que não vou me libertar dos pecados e do perfeccionismo?
Digo: evolua mesmo se você desmoronar por dentro."

"Você não é o que faz para viver. Você não é a sua família e não é quem pensa que é. Você não é o seu nome. Você não é os seus problemas. Você não é a idade que tem. Você não é suas esperanças."

 "Você não é o seu emprego. Você não é quanto dinheiro você tem no banco. Você não é o carro que você dirige. Você não é o conteúdo da sua carteira. Você não é as calças cáqui que veste. Você é toda merda ambulante do mundo."

 "Cara, eu vejo no clube da luta os homens mais fortes e inteligentes que já viveram. Vejo todo esse potencial, e vejo ele desperdiçado. Que droga, uma geração inteira enchendo tanques de gasolina, servindo mesas, ou escravos do colarinho branco. Os anúncios nos fazem comprar carros e roupas, trabalhar em empregos que odiamos para comprar as porcarias que não precisamos. Somos uma geração sem peso na história, cara. Sem propósito ou lugar. Nós não temos uma Grande Guerra. Nem uma Grande Depressão. Nossa Grande Guerra é a guerra espiritual... nossa Grande Depressão é nossas vidas. Todos nós fomos criados vendo televisão para acreditar que um dia seríamos milionários, e deuses do cinema, e estrelas do rock. Mas nós não somos. Aos poucos vamos tomando consciência disso. E estamos muito, muito revoltados."

"Aviso: Se você está lendo isso, então isto é para você. Cada segundo perdido lendo este texto inútil é outro segundo a menos da sua vida. Você não tem outras coisas para fazer? A sua vida é tão vazia que você honestamente não consegue pensar numa maneira melhor de vive-la? Ou você fica tão impressionado com a autoridade daqueles que a exercem sobre você? Você lê tudo o que deveria ler? Você pensa tudo o que deveria pensar? Compra tudo o que lhe dizem pra comprar? Saia do seu apartamento. Encontre alguém do sexo oposto. Pare de comprar tanto e se masturbar tanto. Peça demissão. Comece a brigar. Prove que está vivo. Se você não fizer valer pelo seu lado humano você se tornará apenas mais um numero. Você foi avisado."

Nenhum comentário:

Postar um comentário