Movie* O Hobbit Pt. II - A Desolação de Smaug

Hi, my friends! Há muito tempo rs, fui assistir a parte II da maravilhosa adaptação de O Hobbit.

O Hobbit: A Desolação de SmaugSinopse
Após iniciar sua jornada ao lado de um grupo de anões e de Gandalf (Ian McKellen), Bilbo Bolseiro (Martin Freeman) segue em direção à Montanha Solitária, onde deverá ajudar seus companheiros de missão a retomar a Pedra de Arken, que fará com que Thorin  (Richard Armitage) obtenha o respeito de todos os anões e o apoio na luta para retomar seu reino. O problema é que o artefato está perdida em meio a um tesouro protegido pelo temido dragão Smaug (voz de Benedict Cumberbatch). Ao mesmo tempo, Gandalf investiga uma nova força sombria que surge na Terra Média.
Fonte: Adoro Cinema

Desde que terminei de ver O Hobbit Pt. I, eu estava ansiosa para ver A Desolação de Smaug! Preferi não ler o livro inteiro de Tolkien, de modo a não me decepcionar com o filme. 
Assisti a adaptação cinematográfica em 3D *-* e acho que isso fez a diferença! O filme inteiro trouxe efeitos incríveis, mas acredito que o ápice (pelo menos no quesito 3D) se deu nas cenas iniciais. A chuva, as pessoas andando nas ruas, o bar...
No começo, é mostrada a época em que Gandalf incentivou Thorin a iniciar a missão que diz respeito a toda a jornada de O Hobbit.

Retrospectiva 2013 - Playlist do meu ano

cute!!!!!!!!!Hi, my lovely readers!! Estou inspirada em relação à renovação! O blog está de cara nova e... pasmem-se .... também mudou de nome!
Eu mudei muito durante esse tempo distante.. Muitas coisas aconteceram.. Eu precisava renovar esse ambiente e deixá-lo do meu jeito. Espero que tenham gostado!
O fim de 2013 está chegando e isso sempre me faz pensar bastante acerca de tudo o que passou. Por isso, hoje venho postar a playlist do meu ano! Músicas guardam sentimentos, lembranças, cheiros, rostos... ouvi-las novamente me traz tudo à tona! Porém, é preciso enfrentar o passado e focar no presente para que o futuro seja agradável. Vamos lá!



Konayuki - Remioromen
A música mais tocada no meu celular! Carambola, ela carrega MUITA coisa. 
Essa canção pertence à trilha sonora do dorama Ichi Rittoru no Namida (Um litro de lágrimas)... a letra é maravilhosa!




Book* O Diário de Kalyn - Rômulo Barbosa

Hi, my lovely readers! Há algum tempinho, eu fiz um post sobre "O Diário de Kalyn", vocês se lembram?
Pois é, finalmente tive a oportunidade de lê-lo e aqui está a minha opinião sobre tal obra.


O Diário de Kalyn - MaedroSinopse
O diário de Kalyn é uma obra de ficção científica com uma pegada mais leve, que deixa de lado os aspectos clássicos do gênero, como o militarismo, para focar a vida social das tripulantes de uma nave espacial que há mais de um século, viaja pelo universo em busca da terra prometida.
Sendo formada por 90% de mulheres, a tripulação não conseguiu manter uma população estável, e desta forma trazem de volta os seus mortos com o uso da clonagem. Acreditam que cada nova criança representa a continuação da vida do ente que se foi e desta forma, recebem o mesmo nome, tratamento e profissão. Por fim, escrevem diários com o objetivo de recuperar suas memórias nas vidas futuras.
O leitor tem acesso à estória por meio do diário da protagonista, Kalyn. Uma estudante de medicina que como todas as amigas, sonha em ser destaque entre os tripulantes. Porém, ela irá perceber que sua vida passada não foi nada comum e que seu antigo diário esconde um dos maiores segredos que se mantém encrustados naqueles frios e escuros corredores.

Book* A Casa de Hades

Hi, my lovely readers! Estou de volta \o/
Dia desses finalmente terminei de ler "A Casa de Hades", o quarto livro da saga "Heróis do Olimpo" do tio Rick.
Aviso que esta resenha pode conter alguns spoilers para quem não leu os livros anteriores!!


A Casa de HadesSinopse
A tripulação do Argo II enfrenta dias difíceis. Inimigos espreitam no caminho para a Casa de Hades e o moral da equipe está baixo após a perda de dois integrantes importantes em Roma. Para chegar às Portas da Morte e tentar impedir o despertar de Gaia, nossos heróis Hazel, Jason, Piper, Frank e Leo vão precisar fazer alianças perigosas, encarar deuses instáveis e combater os asseclas enviados pela sanguinária Mãe Terra para detê-los.
A situação é ainda pior para Percy e Annabeth. Após caírem no Tártaro, os dois passam fome, sede e sofre com diversos ferimentos enquanto são caçados por vários inimigos que derrotaram ao longo dos anos e que agora surgem das sombras em busca de vingança. A única esperança da dupla de voltar para o plano mortal reside em encontrar as Portas da Morte e fechá-las de uma vez por todas. No entanto, uma legião de monstros fiéis a Gaia defende as Portas, e nem Percy nem Annabeth estão em condições de enfrentá-la.

Fonte: Skoob

Feelings* Resquícios dos meus pais

Meus pais estão separados, infelizmente. Sentimental e fisicamente. Dad está no Japão e mom está no Brasil. Cada um deles já está com outra pessoa.
Mas, de repente, eu começo a pensar e enxergar o porque de algum dia eles terem se amado, se encontrado e a mim gerado.
Por que começou a pensar nisso, do nada, Thaís?
Simples! Porque eu comecei a enxergar meu pai na minha mãe e vice-versa.
Numa bela manhã de domingo, notei que minha mãe adora bancar a engraçadinha. Ora, exatamente como o meu pai!
Ele, por sua vez, detesta precisar dos outros. Prefere comprar um refrigerante com o próprio dinheiro do que pegar um pouco na casa de um parente. Minha mãe age da mesmíssima forma.
Ambos amam me trollar. Ambos tem um coração tão grande que acabam por esquecer de si mesmos em benefício aos outros. Os dois parecem bem calmos e passivos, mas na verdade tem gênios extremamente fortes e difíceis.
Não sei qual dos dois é mais cabeça dura!
Meu pai e minha mãe são guerreiros que não se cansam de lutar...e tenho certeza que vencerão o mundo! Ambos calarão as bocas de todos aqueles que duvidaram deles.
Meus pais sempre sofreram bastante, os dois vivem na constante batalha cotidiana de conquistar algo na vida. Ambos sofrem humilhações do mundo egoísta.
Os dois são conquistadores natos, embora não aparentem ser filhos de Afrodite.
Ambos tem o dom de lidar bem com crianças. 
Meu pai e minha mãe costumavam fazer tudo o que eu queria.
Mamys dedica-se extremamente à família, mas meu pai é mais contido nesse sentido.
Mamys não gosta de gastar dinheiro com qualquer coisa, meu pai gasta com aquilo que tem vontade.
Meu pai não costuma ralhar com alguém mais de uma vez - ele prefere ficar quieto, minha mãe discute a mesma coisa 500 vezes, até a pessoa com quem está brigando querer jogar-se de um precipício (brincadeirinha viu, mãe? Hehe). 
Diante de tudo isso, posso entender porque algum dia eles ficaram juntos.
Os dois são tão parecidos! Será que um se transformou no outro por conta do tempo que viveram unidos? Ou será que eles realmente são assim mesmo e encontram um reflexo de si no outro? 
Não sei. Apenas sei que é lindo pensar nisso. Apesar da tristeza de ver pessoas tão perfeitas uma para a outra separadas, eu sorrio porque algum resquício ficou da outrora união. Que resquícios são esses? Eles estão em mim, eles são eu.

Músicas de Animes

Hi, my lovely friends!! Quanto teeeempo! Dei uma passadinha rápida aqui, para dizer que não abandonei o blog :D
Aqui está uma pequena lista das minhas músicas favoritas de animes!



 Yura Yura - de Naruto



Tales* O que você preferir


O que você preferir
Thaís Tiemi da S. Yamasaki


            Já passava da meia-noite. Sofia não conseguia dormir e tudo o que vinha à sua cabeça era aquela cena terrível. Ela precisava acordar cedo, no dia seguinte, para cumprir o que prometera a Daniel. Mas as coisas ainda não se encaixavam muito bem, havia um grande furo em toda a estória que ouvira. Algo estava errado, alguém precisava ser desmascarado.
Sofia testou todas as posições possíveis em sua cama macia, mas não conseguia achar nenhuma que a deixasse confortável. Por fim, acabou indo deitar-se aos pés do móvel.
Convencida de que não iria conseguir pregar o olho, pegou o celular de cima da escrivaninha e resolveu fazer uma ligação.
Foi em vão, ninguém atendia o telefone.
As imagens dançavam em sua mente como hábeis bailarinas e tudo o que Sofia queria era que as ovelhinhas entrassem no palco, pulando cercas, para quem sabe... o sono chegar.
"Não, não pode ser", pensava a garota.

 ~*~

Books* O diário de Kalyn - Rômulo Barbosa

Hi, my lovely readers!! Quanto tempo! Hoje vim aqui para divulgar o trabalho incrível de um amigo :) Aqui está:

Diário de Kalyn - Maedro (Diario de Kalyn)
"O diário de Kalyn é uma obra de ficção científica com uma pegada mais leve, que deixa de lado os aspectos clássicos do gênero, como o militarismo, para focar a vida social das tripulantes de uma nave espacial que há mais de um século, viaja pelo universo em busca da terra prometida.

Sendo formada por 90% de mulheres, a tripulação não conseguiu manter uma população estável, e desta forma trazem de volta os seus mortos com o uso da clonagem. Acreditam que cada nova criança representa a continuação da vida do ente que se foi e desta forma, recebem o mesmo nome, tratamento e profissão. Por fim, escrevem diários com o objetivo de recuperar suas memórias nas vidas futuras.

O leitor tem acesso à estória por meio do diário da protagonista, Kalyn. Uma estudante de medicina que como todas as amigas, sonha em ser destaque entre os tripulantes. Porém, ela irá perceber que sua vida passada não foi nada comum e que seu antigo diário esconde um dos maiores segredos que se mantém encrustados naqueles frios e escuros corredores."

Fantástico no conteúdo e na forma, O Diário de Kalyn teve a sua a versão digital lançada em 25/09/2013, e a versão impressa está prevista para 11/12/2013, durante o Congresso de Literatura Fantástica de Pernambuco (CLIFPE)

Disponível na Amazon 

Mais informações:
www.facebook.com/diariodekalyn (fan page)
www.diariodekalyn.blogspot.com.br (Blog com amostra gratuita do livro)

Book* Coração de Tinta - Cornelia Funke

Hi, my lovely friends! Conforme o prometido, aqui está o post-resenha de Coração de Tinta *-*

Título original: Inkheart
Autora:  Cornelia Funke
Editora: Cia das Letras 
Páginas: 456

Coração de TintaSinopse
Há muito tempo Mo decidiu nunca mais ler um livro em voz alta. Sua filha Meggie é uma devoradora de histórias, mas apesar da insistência não consegue fazer com que o pai leia para ela na cama. Meggie jamais entendeu o motivo dessa recusa, até que um excêntrico visitante noturno finalmente vem revelar o segredo que explica a proibição.
É que Mo tem uma habilidade estranha e incontrolável: quando lê um texto em voz alta, as palavras tomam vida em sua boca, e coisas e seres da história surgem como que por mágica. Numa noite fatídica, quando Meggie ainda era um bebê, a língua encantada de Mo trouxe à vida alguns personagens de um livro chamado "Coração De Tinta". Um deles é Capricórnio, vilão cruel e sem misericórdia, que não fez questão de voltar para dentro da história de onde tinha vindo e preferiu instalar-se numa aldeia abandonada. Desse lugar funesto, comanda uma gangue de brutamontes que espalham o terror pela região, praticando roubos e assassinatos. Capricórnio quer usar os poderes de Mo para trazer de "Coração De Tinta" um ser ainda mais terrível e sanguinário que ele próprio. Quando seus capangas finalmente sequestram Mo, Meggie terá de enfrentar essas criaturas bizarras e sofridas, vindas de um mundo completamente diferente do seu.Fonte: Skoob

Assisti a adaptação cinematográfica de Coração de Tinta há muito tempo (durante o ensino médio) e só agora consegui ler o livro. Carambola, foi a MELHOR coisa que fiz nessas últimas semanas!
Dá para sentir a paixão da autora pelo universo da leitura!
Este é um livro que te faz pensar sobre ler e, assim, desperta aquele sentimento de identificação e alegria por saber que existem pessoas como você: amantes das letras.
Mo é um médico de livros, mas além disso, tem o poder de dar vida às estórias que lê. Tal dom pode ser uma benção, mas uma maldição ao mesmo tempo. No caso em questão, a habilidade acaba lhe ocasionando um série de desventuras! Mo vive em busca de um exemplar de Coração de Tinta e quando finalmente encontra um, tem de fugir de certas pessoas que o ameaçam. Porém, a pacata vida dele e de sua filha Meggie, na tranquila casa em que viviam, acaba sendo bagunçada por Dedo Empoeirado, um saltimbanco provindo diretamente das páginas de Coração de Tinta. Tudo o que o personagem quer é voltar para o seu mundo, já que por causa de Língua Encantada (Mo), ele foi retirado de lá. 
A partir desse ponto, a aventura começa! Meggie não compreende bulhufas do que está ocorrendo, pois vive em meio a um grande mistério, Mo jamais contara para a filha o porque de tantas coisas estranhas ocorrerem na vida dos dois.
O leitor meio que vive na pele de Meggie, pois também não tem as respostas para todas as dúvidas que surgem (mas como eu já havia assistido o filme, já conhecia os segredos). 
Pai, filha e personagem partem para a casa da tia da mãe de Meggie: Elinor Loredan.
Me identifiquei muuito com ela, pois esta é uma maníaca por livros haha! Fiquei morrendo de vontade de visitar a biblioteca da Sra. Loredan! É fantástica!
Mas por que eles fizeram essa viagem? HAHA isso você terá que descobrir!
Posso adiantar que os quatro (+ a esperta marta de estimação de Dedo Empoeirado) acabam indo parar na aldeia do terrível Capricórnio! O grupo se mete em várias enrascadas, mas também conhecem personagens incríveis. 
Tudo isso por conta de um livro haha! 
Até mesmo Fenoglio- o autor de Coração de Tinta - participa de toda essa loucura que é o enredo de Coração de Tinta (o livro que lemos rs, não o livro sobre o qual o livro fala - que confusão). 
Meggie, a protagonista, tem de lidar com vilões horríveis (sim, horríveis!! Eles tem a coragem de incendiar bibliotecas) com apenas doze anos de idade, sem contar com o fato de que todos escondem dela os porquês de toda a desventura.
Assim como o pai e a tia-avó, Meggie é uma apaixonada por livros, mas o quão estranho é fazer parte de uma estória digna de ser obra literária!! Uma coisa é ler aventuras, outra coisa é participar delas rs! Como ela fará para escapar das garras de Capricórnio? Será que Dedo Empoeirado conseguirá voltar para seu livro? Fenoglio conseguirá colocar ordem naquilo que escreveu? Onde estará a mãe de Meggie? 
Adorei ler cada uma das páginas de Inkheart, pois nelas encontrei muita aventura, emoção, lições de vida, dicas literárias, ação, luta etc!
Me afeiçoei demais por Dedo Empoeirado (ele me lembra o Sirius - padrinho do Harry)! 
Anotei várias frases que encontrei durante a leitura! Pude entrar num livro, vendo personagens do próprio livro entrarem dentro de livros, pensando sobre livros haha! Tem coisa melhor que isso? Você participa de algo que estão contando, sente na pele, vive o que lê. Adoro livros em que o autor fala diretamente com o leitor (coisa que Machado de Assis faz bastante) ou fala sobre o ato de ler (o que encontramos em Coração de Tinta). Não obstante, os capítulos são iniciados com citações de grandes obras literárias *-* As ilustrações, feitas pela própria Cornelia Funke, são lindas *-* fiquei admirando a capa por vários minutos.
Esse livro fez com que eu refletisse sobre muitas coisas! Até que ponto a estória pertence ao autor? Até que ponto nós, leitores, influenciamos uma estória? Até que ponto um livro nos influencia? 
Minhas reflexões vão longe, pois estudo isso na faculdade! A partir de uma perspectiva intitulada discursivista encontrei possíveis respostas para essas questões, qualquer dia escrevo sobre isso aqui. Estou louca para ler a continuação Sangue de Tinta (e depois, o último livro da trilogia Morte de Tinta).
Coração de Tinta é uma leitura para amantes dos livros!

Algumas frases que me marcaram:


“Existe algo mais belo neste mundo que as letras? Sinais mágicos, vozes dos mortos, peças de mundos maravilhosos, melhores do que este. Elas consolam e espantam a solidão. São guardiãs de segredos, arautos da verdade… ”

“Quando você leva um livro numa viagem acontece uma coisa estranha: o livro começa a colecionar lembranças. Depois basta abri-lo, e você já está de novo no lugar onde o leu. Tudo volta, já nas primeiras palavras: as imagens, os cheiros, o sorvete que você tomou enquanto lia... Acredite, os livros são como papel pega-moscas. Não existe nada melhor para guardar lembranças do que páginas impressas.”

“Os livros tem que ser pesados, por que o mundo inteiro está dentro deles”

“Odeio ter que deixar meus livros sozinhos por mais de um dia.”

“O livro que ela começara a ler estava debaixo do travesseiro. Cutucava o ouvido dela com a ponta da capa, como se quisesse chamá-la de volta para suas páginas.”

“- É um sonho! - ele sussurrou novamente. - Apenas um sonho. O sol vai nascer e tudo vai ter desaparecido. Isso mesmo.”

“Eu acho que ela se alimenta de letras. Toda a casa dela está atulhada de livros. Ela os prefere à companhia de seres humanos.”

“Sabe, acontece uma coisa curiosa com os escritores. A maior parte das pessoas não consegue imaginar que os livros são escritos por pessoas iguais a elas. Normalmente elas supõem que os escritores já estão mortos, e quase ninguém imagina que possa cruzar com um deles na rua ou no supermercado. As pessoas conhecem as suas histórias, mas não os seus nomes, e muito menos o rosto. E a maior parte dos escritores gosta disso.”

“As palavras são imortais.”

“Quando você leva um livro em uma viagem, acontece uma coisa estranha: o livro começa a colecionar lembranças. Depois basta abri-lo, e você já está de novo no lugar onde o leu. Tudo volta, já nas primeiras palavras: as imagens, os cheiros, o sorvete que você tomou enquanto lia… Acredite, os livros são como papel pega-moscas. Não existe nada melhor para grudar lembranças do que páginas impressas.”

"Não havia um lugar para viver. Os livros eram o único lugar onde havia compaixão, consolo, alegria… e amor. Os livros amavam a todos que os abriam, ofereciam proteção e amizade sem exigir nada em troca, e nunca iam embora, nunca, mesmo quando não eram bem tratados. Amor, verdade, beleza, sabedoria e consolo perante a morte.”

“Afinal de contas, o nosso mundo não tem tolerância nem muita compreensão com as pessoas que são um pouco diferentes.”

“Havia livros espalhados por toda a casa. Eles não ficavam apenas nas estantes, como na casa das outras pessoas. Não, ali eles se empilhavam debaixo das mesas, em cima das cadeiras, nos cantos dos quartos. Havia livros na cozinha e no banheiro, em cima da televisão e dentro do guarda-roupa, pilhas pequenas, pilhas altas, livros grossos e finos, velhos e novos…livros.”

“Ás vezes queremos bater em todo mundo, mas não adianta nada, absolutamente nada. A dor permanece.”

“- Você sente falta dela?
- Ás vezes. De manhã, á tarde, á noite. Quase sempre.”

“Quis gritar, quis praguejar, esbravejar, mas nenhum som saiu de sua boca. Ela só conseguiu chorar.”

“Mo virou-se de costas mais uma vez. Ergueu a pasta que estava em cima da mesa, na qual guardava os papeis coloridos para as folhas de guarda, e começou a folheá-los distraidamente. “Todos os livros deveriam começar com um desses papéis”, ele dissera uma vez para Meggie. “De preferência com um escuro: vermelho-escuro, azul-escuro, de acordo com a capa. Quando você abre o livro, é como um teatro: ali está a cortina. Você arrasta para o lado, e a apresentação começa.”

"Ninguém notou que ela quase sufocava de tanto medo, pois havia vestido sua couraça, sua couraça impenetrável, bastante útil, sob a qual sempre se escondera em tempos difíceis. A cada golpe de dor, ela se tornava um pouco mais dura […].”

“Não é estranho como um livro fica mais grosso depois de ser lido várias vezes? Como se a cada vez ficasse algo grudado entre suas páginas. Sensações, pensamentos, ruídos, cheiros… E então, quando folheia novamente o livro depois de muitos anos, você descobre a si mesmo ali, um pouco mais novo, um pouco diferente, como se o livro tivesse guardado você, como uma flor prensada, estranha e familiar ao mesmo tempo.”

“— Sinto muito, Língua Encantada, não acredito em ninguém por princípio, você já deveria saber. Somos todos mentirosos quando nos convém.”

"Fenoglio: Ah, sim. Você quer ser escritora...
Meggie: Você fala como se isso fosse algo ruim.
Fenoglio: Não, não. Apenas solitário. Às vezes, o mundo que você cria parece bem mais amigável e vivo do que o que você realmente habita.
Maggie: Eu queria poder estar nele..."

“- Elinor, minha cara, você parece ter nascido na história errada - disse Dedo Empoeirado em algum momento.
Eram as primeiras palavras que ele dizia desde que haviam partido.
- Na história errada? Na época errada, você quis dizer. Sim, já pensei nisso muitas vezes.”

“Como Mo dissera: o ofício de escrever história tem algo a ver com a magia.”

“[…] Algo sussurrou dentro dela, mas ela não quis ouvir. Não, sua história tinha que ter um final feliz. Tinha que ter! Ela nunca gostara de histórias que não terminavam bem.”

Trailer do filme:


Sobre Hopi Hari, livros e música

Hi, my lovely readers! Eis que a sumida resolveu dar o ar da graça!
Faz tempo que eu queria contar para vocês algumas coisas a respeito dos meus últimos dias...
Minha vida tem sido uma mescla de desastres e maravilhas.
No fim do mês de Agosto, fui ao Hopi Hari com o onii-chan e finalmente pude aproveitar o parque (da última vez, eu mal fiquei por duas horas lá). 
Acreditem se quiserem... mas foi eu chegar lá e começar a andar que... tchanam, a sola do meu tênis simplesmente se soltou!
Imaginem a cena!! Eu fiquei desesperada, o que me fez sentir vontade de sentar e chorar na fonte Looney Tunes. Pessoas não acreditam quando eu digo que a Lei de Murphy me ama, mas o onii-chan está de prova, ele viu que isso  é verdade. O único produto em falta em todas as lojas do parque eram os chinelos! E naquela semana, tinham doado todos os calçados encontrados no Achados e Perdidos. 
Porém, o dia foi salvo pelos atenciosos funcionários do parque! Aliás, devo agradecer o onii-chan por me acompanhar durante toda essa jornada, me dando força e pagando mico comigo! 
O pessoal da manutenção de brinquedos acabou dando um jeito nos meus tênis, eles colaram as solas com cola de madeira haha. Tudo bem que não ficou uma maravilha, mas deu para andar.
Graças a Deus conseguimos ir por três vezes na Montezum (que montanha russa MARAVILHOSA!), uma vez na montanha russa do escuro, na roda gigante (me arrependi, por conta da lerdeza...) etc.
Não enfrentamos muitas filas, graças aos bilhetes VIPS! Haha.. Ai, eu me diverti bastante! Nada como sentir adrenalina e gritar muuuuito. É uma pena que eu tenha constatado que já não me assusto com nenhum monstro da Hora do Horror :/
As casas do terror de lá são bem montadas! Eu e o onii-chan assustamos algumas crianças (oh que maldade haha), mas saímos molhados de uma dessas construções (a menina do exorcista resolveu vomitar - espirrar água - justo em mim!). 
Enfim, essa sexta-feira foi fantástica, cheia de emoções e confusões!
Acordei toda arrebentada no dia seguinte, com o corpo doendo demais.. mas ok! Valeu a pena!
As semanas se seguiram com muito estudo! A prova de japonês estava se aproximando! Graças a Deus, consegui tirar uma boa nota! Ahh comecei a dar aulas de português para uma amiga japonesa, juntamente com a Ana!
Almocei e jantei com amigos da faculdade, bati muito papo, tornei a cultivar o hábito de ler no ônibus!
Aliás, ontem terminei o maravilhoso livro Coração de Tinta (pretendo fazer resenha)!
Minha memória não está lá muito boa, pois acredito que mais algumas outras coisas interessantes aconteceram nesse meio tempo.
Bom, deixe-me ver...Quanto aos últimos dias (dos quais eu me lembro mais), devo dizer que reviravoltas aconteceram. Isso vai desde o meu novo cabelo vermelho escuro até o rompimento de amizades.
Não sou mais adolescente, mas me encontro diante de muitos conflitos que geralmente surgem nessa idade. Porém, acho que é besteira dizer que certas coisas acontecem só na adolescência!
Eu estava ficando louca da vida pois não podia verbalizar meus sentimentos e pensamentos. Sabe quando você engole uma coisa com medo das consequências que ela pode causar? Pois bem.
Freud disse que as coisas recalcadas (reprimidas) acabam sempre encontrando um meio de escapar de dentro de nós. Tais sentimentos reprimidos podem vazar sob a forma de doenças (como gastrite, estresse, insônia etc) ou sonhos, atos falhos, atitudes etc.
Como eu não queria ficar com a gastrite mais atacada ainda, resolvi colocar os pingos nos is e desengasgar. 
Quase tudo está resolvido, me sinto aliviada por isso!
Cansei de ouvir conselhos de quem se acha dona da verdade, cansei de pessoas falsas, cansei de sorrisos artificiais, cansei de superficialidade. E estou gritando isso para todo mundo ouvir: QUER IR EMBORA? VÁ. NÃO TE AGRADO MAIS? ADEUS.
Agora, vamos parar de pensar em dilemas! Pensemos em coisas boas! Aqui vai uma pequena lista de músicas que ando ouvindo!

Dancing On My Own - Robyn
Gente, eu me identifico DEMAIS com essa música! Realmente.. eu sigo a vida dançando sozinha e é muito bom!




Your Love is a Lie - Simple Plan


After Afterall - William Fitzsimmons



E a MELHOR de todas:
God be Praised - Elevation Worship


Quero agradecer a DEUS por toda a alegria que sempre me deu (e ainda dá). Eu te Amo, Senhor!

Quer ouvir mais músicas das minhas playlists? Acesse (AQUI)

Letters* O livro

Ele quer dizer algo pra mim... parece que ouço o sussurrar das palavras.
Toda vez que sinto  um grande vazio na mente-coração, uma dúvida ou vontade de descobrir alguma coisa sobre o mundo (e sobre mim), vou até uma estante cheia de livros.
Vagueio pelos corredores incessantes, tocando em cada um deles, esperando por aquele que irá me convocar: ei, leia-me.
Pode me chamar de maluca ou sei lá o quê, mas acredito no poder imenso que os livros tem sobre a minha vida.
Seria magia?
Desde pequena... percebo que a minha vida está diretamente conectada aos escritos.
Todos os amigos, as experiências, os amores, as grandes conquistas estão relacionados com alguma obra.
E sabe o que é mais incrível? Acredito que com você não é diferente. 
Está de saco cheio da mesmice? Quer uma reviravolta? Leia um livro. Eles são muito mais poderosos do que aparentam. Não se engane com os trajes inofensivos desses objetos, pois isto é apenas um disfarce. 
Afinal de contas, se todos descobrissem a tamanha fonte de poder que um livro é, o mundo estaria perdido. Guerras se iniciaram, pois as pessoas fazem coisas horríveis para conquistar o poder e a glória.
Deixe como está, apenas aqueles de coração puro podem ver um livro como ele realmente é. Isso me lembrou do espelho de OJESED, somente o Harry podia ver a pedra filosofal, pois seus anseios em relação a esta eram nobres.
Ainda não acredita nessas propriedades mágicas? Pois bem, deixe eu lhe contar alguns exemplos de coisas que ocorreram na minha vida misteriosamente graças a algum livro. Me pergunto se eles não tem vida própria... Pois nada pode explicar os fatos que outrora ocorreram.
Li Harry Potter e mal sabia que, inspirada em Hermione, me tornaria a melhor aluna da sala e isso garantiria a faculdade dos meus sonhos. Não sabia, tampouco, que iniciaria uma amizade duradoura e verdadeira graças a uma conversa sobre essa obra. 
Li O Diário da Princesa e isso me fez superar as minhas crises adolescentes. 
Li O Diário de Uma Paixão e descobri quem eu amava de verdade, podendo tomar alguma atitude sobre isso e... graças a Deus, tais acontecimentos me renderam momentos inesquecíveis que acabaram, mas em meu coração durarão para sempre.
Li Percy Jackson, fiz uma resenha nesse blog e consegui conquistar um pouco mais a atenção de uma certa pessoa, meu escrito sobre um escrito fez com que essa criatura tomasse gosto pela leitura. Isso realmente me deixou feliz.  
Li Crepúsculo (sim, Crepúsculo u.u) e isso fortaleceu uma amizade, além de fazer eu acreditar que pessoas lesadas também podiam se dar bem. Ok, a leitura também me levou a perseguir um cara na escola.. but it's ok kkkkkkk 
Li Fazendo meu Filme e isso me ensinou que devo lutar pelos meus sonhos, mesmo estando com o coração arrebentado.
Ponto de Impacto fez com que eu me apaixonasse por Biologia.
O Mundo de Sofia foi um curso magnífico sobre os mais diversos assuntos, além de me ajudar a ter notas melhores.
O Diário de Anne Frank me trouxe uma amiga (a própria Anne) que fez com que eu aprendesse o quanto a vida é bela.
Meu Livro de Histórias Bíblicas (apesar de eu não ter me tornado testemunha de Jeová) foi meu primeiro contato com as maravilhosas narrativas da bíblia. A estória de Salomão é a minha preferida.
O Mágico de Oz me ensinou que nada é tão maravilhoso quanto as coisas que já temos.
A Princesinha me ensinou que mesmo com todo sofrimento, sempre há a chance de se reencontrar com alguém que está longe de você e, mesmo que tudo esteja ferrado.. sempre haverá algo bom.
O Jardim Secreto me mostrou que sempre existe um lugar e/ou alguém nas localidades mais improváveis possíveis. Sabe quando você muda de casa e vai para um local super chato? Pois é, é bem provável que nesse lugar haja algo especial.
Orgulho e Preconceito me ensinou que o amor pode transformar as pessoas mais insuportáveis em criaturas boas.
A Fantástica Fábrica de Chocolate me fez ver que uma oportunidade de ouro pode surgir para aqueles que tem o coração bom e vivem numa situação ruim.
Luna Clara e Apolo Onze me mostrou que apesar de todos os desencontros pelo caminho, sempre encontramos quem devemos encontrar.
Comer, Rezar, Amar foi uma verdadeira renovação mental/espiritual em minha vida.
Pollyana me fez ver o lado bom de todas as coisas.
Jane Eyre me deu a esperança de que depois da tempestade sempre vem o sol. O destino sempre nos dá uma segunda chance.
A Garota Americana me fez gostar demais de No Doubt  e Gwen Stefani haha!
O Código Da Vinci fez com que eu me apaixonasse por investigações. Também me fez ver que a vida pode ter mil interpretações. Se Jesus realmente teve algo com Maria Madalena.. eu não sei, mas qual é o problema se teve? Ele veio à Terra como humano e todo humano ama dessa forma.
A História Sem Fim me fez ver que eu posso me aventurar eternamente se tiver um livro em mãos.
A Sombra do Vento fez com que eu tivesse certeza de que a vida dos leitores está mais conectada com uma obra/autor do que imaginamos.
Sussurro fez com que eu me apaixonasse pelo Patch haha brincadeira, não foi apenas isso! Este livro me mostrou que a qualquer momento a vida pode te surpreender e isso equivale a dizer que você terá que se tornar uma guerreira.
Marley e Eu só fez com que eu me apaixonasse ainda mais por cachorros.
Oliver Twist me ensinou que siim... você vai se lascar, mas depois terá sua recompensa. O importante é o que você ganha pelo caminho (O Mágico de Oz também mostra isso).
A Cabana permitiu que eu mesma tivesse o meu encontro com Deus.
A Megera Domada fez com que eu descobrisse que eu era meio Cat haaha

E por aí vai..., tenho uma lista infindável de livros-mundos que (des)constituiram o meu ser.
Amo-os tanto!! Enquanto eu tiver um livro, enquanto eu tiver minha mini-biblioteca (e outras mundo afora), eu terei MAGIA.





Top 5* Vídeos da Semana

Hi, my lovely friends!
Eita... que semaninha corrida! Uma das coisas que nunca deixo de fazer, apesar da falta de tempo, é ouvir músicas e ver vídeos.
Aí vai uma listinha com os vídeos mais legais que vi!


1- Umbrella - Just Dance
Desde o festival do Japão, estou MEGA VICIADA em Just Dance. Como sou pobre hahahaha, não tenho Kinect u.u, por isso danço através dos vídeos do Youtube. Lá, encontrei todas as músicas das variadas versões do jogo. É um exercício realmente muito legal! Você se diverte e ao mesmo tempo perde calorias! Super recomendo :) Minha coreografia preferida é essa:




2- Girlfriend in a Coma - The Smiths
No domingo, fui ao shopping com a Pam e fiquei curtindo o CD dos clássicos de "The Smiths", na FNAC. Gente, me apaixonei!


3- Depoimento - Porta dos Fundos
Morri de rir!



4- Cannonball - Damien Rice
Nostalgia




5- Slow Dance - Ending de Sukitte ii na Yo
Linda! Pena que eu estava ouvindo ela justo quando me deparei com pessoas que não queria ter visto, nessa semana ._.




Letters* Pássaro Azul - Bukowski

"Há um pássaro azul em meu coração que
deseja sair
mas sou muito durão para ele,
eu digo, fique aí, não vou
deixar ninguém tever.

há um pássaro azul em meu coração que
deseja sair
mas eu derramo whiskey nele e inalo
fumaça de cigarro
e as prostitutas, os bartenders
e os balconistas de mercado
nunca sabem que ele está
lá dentro.

há um pássaro azul em meu coração que
deseja sair
mas sou muito durão para ele,
eu digo,
fique escondido, você quer me
atrapalhar?
quer estragar os
trabalhos?
quer arruinar minhas vendas de livros na
Europa?

há um pássaro azul em meu coração que
deseja sair
mas eu sou muito esperto, só o deixo sair
algumas vezes à noite
quando todos estão adormecidos.
eu digo, eu sei que você está aí,
então não fique
triste.

então o coloco de volta,
mas ele está cantando um pouco
lá dentro, eu ainda não o deixei
morrer
e nós dormimos juntos desse
jeito
com nosso
pacto secreto
e é belo o bastante para
fazer um homem
chorar, mas eu não
choro, e
você?"




Correria e Posts Novos

Hi, my lovely friends! Há um bom tempo eu não dou minhas caras por aqui, não é? Sorry :x é que as aulas voltaram e eu estava realmente precisando descansar um pouco (mas já? ;O)
A semana que passou foi extremamente legal! Fui às minhas novas aulas e gostei (até agora) de todas elas.
Estou acordando super cedo, indo para a aula de manhã, tarde e noite. O bom é que pude rever amigos e passar um tempo com eles (almoçando e jantando). Acho que a minha aula mais legal de todas é a de Japonês I! Tem muita gente na minha turma (tanto descendentes, quanto não-descendentes). Já começamos a decorar o Hiragana (alfabeto básico de Nihongo)! Teve uma brincadeira bem legal na segunda aula haha, mas eu fiquei em segundo lugar ¬¬ (no me gusta do segundo lugar rs).
Teremos muitas provas e prevejo que este será um semestre que exigirá muito esforço.
Até agora não tive aula de Inglês IV, mal posso esperar para começar as aulas! Porém, estou com receio de falar tudo errado, já que faz muito tempo que eu não treino conversação (ao passo que a leitura está uma belezura, porque pratiquei bastante).
Em Setembro, começarei a dar aulas de Língua Portuguesa para algum(a) estrangeiro(a) intercambista! Estou ansiosa! Vocês sabem que eu sou fascinada por outras culturas!
A Pam falou que eu ando muito bitolada com estudos e vivo pra isso... Andei pensando e cheguei à conclusão de que ela tem razão. 
Eu sou uma obcecada! Porém, isso acontece porque ultimamente só os estudos tem me deixado feliz e me mantido sã. Se eu parar de pensar nisso, acabarei pensando nos outros lados do meu dia-a-dia e... sei que ,dessa forma, entrarei em depressão again (coisa que eu não quero mais, depois da última crise). 
A esperança de dias melhores (em relação às demais áreas da vida) se instalou em mim, pois sei que Deus está abrindo novas portas e/ou janelas.
Estou bem feliz e satisfeita com as coisas que já tenho e com o que estou sendo.. Porém, no entanto, entretanto rs... é claro que nada é perfeito! Nos meus dias lindos e maravilhosos de volta à minha querida Unicamp, dei de cara  (literalmente) com alguns dos meus problemas (ganha um doce quem adivinhar a que tipo de problemas eu me refiro haha) e é claro que isso acabou estragando meu dia. Ver certas pessoas me causou uma sensação de embrulho no estômago seguida de arrependimento, fracasso e revolta. Mas tudo bem, já passou. 
Eu lutei bastante para conseguir alguma coisa no semestre passado, mas de novo... acabou dando tudo errado. Nem me surpreendi dessa vez! Kkkkkkk
Sendo assim, resolvi parar. Estou fechada para balanço.
Acontece que não é quando você decide apagar o passado que ele vai se apagar instantaneamente. Nopes, você tem que aprender a encará-lo sem que isso te faça mal (será um duro exercício para mim). Ahh gente, essas minhas estórias dariam um excelente livro (ou novela mexicana haha).
Anyway! A questão é que estou vivendo até de que forma bem legal!
Domingo passado, fui assistir Wolverine: Imortal com as minhas sisters da facul! Gente, que filme maravilhoso!! 
Depois faço um post sobre isso ;)
Terminei de ver Sukitte Ii na Yo! Aiaiai, que saudade já!
Criei um Flickr! Finalmente né? Uma amante da arte da fotografia não ter Flickr.. é pra acabar mesmo!
Falando em foto... prometi que ia postar uma do meu novo visual! Voilá!

ANTES


DEPOIS

Na foto do antes, eu estava bancando a modelo de catálogo U.U kkkkkkk

Ahhhh falando nisso... também terminei de ler "A Modelo do Ano" de Carol Alt! Gostei bastante!
Já já eu posto os top vídeos da semana!

Au revoir (tenho oficialmente o nível básico de Francês! Passei com 9,7!!)



Letters* Viajante Incessante

Me deixe... me deixe aqui deitada em minha cama tendo uma overdose de pensamentos.
Me deixe aproveitar esse sentimento que é só meu e de mais ninguém. Me deixe sentir a alegria de poder viver em meu próprio corpo.
Cara, ninguém tem ideia do que eu sou, ninguém sabe muita coisa sobre a minha vida. Cada pessoa tem apenas o conhecimento sobre uma pequena parte da imensidão de fatos e atos que me compõem. 
O que você sabe sobre mim? Ou melhor... o que pensa que sabe?
O ser humano é algo complexo e pode surpreender...
Sei que ninguém quer saber da minha vida e até agora ninguém se interessou o bastante a ponto de querer me desvendar... É por isso que eu dou um imenso sorriso e gargalho diante do mundo: sou um mistério preservado.
Então, eu coloco meus fones de ouvido e canto alto aquela música que me deixa contente, embora a letra não expresse em nada o que estou sentindo.
Eu enrolo os dedos em meu cabelo macio e penso, penso, penso.
Eu planejo milhares de rotas, imagino coisas que ah... eu nem sei. Com os pés descalços, eu começo a dançar como uma criança enérgica... Por esse momento, eu aproveito a vida.
Caramba, quanta coisa eu já enfrentei! Sinto orgulho de mim. Aqui estou eu, sozinha, admirando as constelações desse céu infinito que a mim parece abrigo, imensidão que me abraça com uma lua minguante-sorriso.
Como é bom poder estar aqui. Eu rabisco palavras carregadas com pequenos átomos de mim, num caderno brilhante amarrado com fita de cetim. 
Ah que alívio eu sinto ao poder desabafar... 
Sem ensaio, eu começo a cantar... faltam os acordes, mas de qualquer forma, penso eu, não pretendo acordar.
Quero continuar a navegar nesse mar de paz, dentro do meu oceano particular.
E.. sinto muito, por enquanto, não há vagas, ninguém pode entrar.

- Thaís Tiemi Yamasaki, num momento de inspiração rs

Anime* Kaichou Wa Maid-Sama

Yooo minna! Programei escrever esse post há muito tempo, porém, só consegui escrevê-lo agora rs.
Vim falar sobre o maravilhoso anime Kaichou Wa Maid-Sama!


Sinopse
 Ayuzawa Misaki é a presidente do conselho estudantil do colégio Seika, uma escola antes masculina e que agora é mista. Ou seja, quase todos são garotos. E para proteger as garotas, ela briga com os garotos todos os dias. Por outro lado, Misa secretamente trabalha num Café. O que acontecerá quando o garoto mais popular da escola, Usui Takumi, descobrir esse segredo?Fonte: Adaptado - Animeq


Para início de conversa rs, devo dizer que Kaichou é um shoujo bem diferente do último que eu havia assistido (Kimi ni Todoke).  O anime não apresenta enredo lento e meloso (ok ok rs.. digamos, delicado), como os shoujos costumam apresentar, ponto positivo.. que me fez continuar assistindo. Foi ótimo descobrir que se trata de uma comédia romântica, com uma protagonista  durona, forte, ativa, determinada e bem reservada (o contrário de algumas personagens delicadas e passivas), adorei esse fato porque me identifiquei bastante com ela! Eu estava numa fase em que só via shounen, pois adoro ação e aventura, meio cansada de romances rs. Mas me indicaram Kaichou e eu resolvi conferir!


O anime tem apenas 26 episódios =( devia ter muito mais! Cada episódio traz um novo dilema super engraçado! A Misa tem um jeito incrível, é o tipo de personagem cativante que te inspira. Ela é toda certinha e não tem medo de botar os garotos do colégio na linha, se for preciso ela até dá umas pancadas neles rs (não que eu seja a favor da violência, longe disso.. hehe). Porém, quando não está na escola, sua vida muda totalmente, já que a moça tem que trabalhar num Maid-Café, de modo a ajudar nas despesas de casa. O que me fez admirá-la ainda mais. Para quem não sabe, os Maid-Cafés são muito populares no Japão, trata-se de uma espécie de lanchonete onde as jovens atendentes se vestem como empregadas de nobres ricos, sendo os clientes realmente tratados como se fossem seus patrões. Tanto é que a frase que mais ouvi no anime foi: "Okairi goshujinsama" (seja bem vindo, meu senhor), esse negócio não saiu da minha cabeça até agora x_x
Enfim, ninguém da escola pode descobrir que a correta e exemplar Kaichou (chefe, presidente) é também uma maid. Só que... os ventos acabam fazendo com que uma pessoa descubra a outra identidade de Misa!
No começo, meu cérebro identificou o Usui como o garoto esnobe popular  e mulherengo que deve se ferrar. No entanto.. eu não poderia estar mais enganada! Acabei me encantando por ele rs!
O que será que ele faz quando descobre o segredo de Misa???
Isso só assistindo para saber hehe xD Mas posso garantir que esse anime é MARAVILHOSO! Um dos melhores que já vi!
A relação entre a Misa e o Usui é muito divertida kkkkk só de lembrar, sinto vontade de rir.
SPOILERzinho: ele é muito besta kkk fica provocando-a, ao passo que ela o xinga de: alien pervertido do planeta feromônios! Mas no fundo, nosso protagonista é muito fofo!
O final é perfeito! Sentirei muita saudade da minha diva Misa e do lindo maravilhoso e fofo Usui rs!
Ainda bem que ainda tem os mangás para eu ler!
Abro um parenteses aqui para dizer o quão engraçado é se ver em uma personagem! A Misa é mesmo uma tsundere (Tsundere (ツンデレ) é um termo japonês para uma personalidade que é inicialmente agressiva, que alterna com uma outra mais amável. Tsundere é uma combinação de duas palavras, tsuntsun (ツンツン) e deredere (デレデレ). Tsuntsun é a onomatopeia para "frio, brusco", e deredere significa "tornar-se amável/amoroso" - ou seja, é uma pessoa que é durona por fora, mas por dentro é meiga, gentil e esforçada), ela parece calma.. mas na verdade é uma fera ou vice-versa.
Bem lá no fundo, o que usamos é uma armadura que pode ser facilmente destrancada, se usarem a chave certa.., porém, quando pisam em nosso calo... a coisa pode ficar feia de verdade rs. A protagonista tenta manter sua postura (teimoosa) e esconder seus sentimentos, mas não consegue rs (nem vou falar nada, porque sou igual).
Adianto que estou terminando de ver Sukitte ii na Yo e... esse anime é o oposto de Kaichou! Aguardem a resenha e não deixem de assistir Maid-Sama! ;)




Assista (AQUI)

O ending que não paro de ouvir:



Em breve postarei prints das minhas cenas preferidas!
Ahhh e deixo aqui páginas do Face que recomendo para quem gosta de animes .-.
- Melhor dos Animes
- Garotas que curtem Animes
- Fãs de Animes e Cultura Oriental 

Meu primeiro selinho!

Hi,  my lovely friends! Dia desses, a Valéria do Garota Sonhadora me causou uma tremenda alegria: me concedeu o meu primeiro selinho *-* (arigatou, Va!).
Demorei para postar, mas aqui estou! Vamos às regrinhas:



* Postar o selo e dizer quem o enviou; 
* Dizer 7 coisas sobre mim; 
* Indicar outros 15 blogs para fazer o mesmo.



*7 coisas sobre mim*
♥ Faço faculdade de Letras, mas sou apaixonada pelos números! 
Meu intuito inicial era cursar Física, mas acabei indo para Letras, porque achei que seria mais viável para mim. Achei que não ia conseguir nada em Exatas, já que não havia feito cursinho. Porém, o contraditório é que na escola minhas maiores notas eram em Matemática e não em Língua Portuguesa. Amo ler, mas também sou louca por equações. Quem sabe eu não curso Física algum dia? Ou talvez engenharia de alimentos!
♥ Não como doces, fritura, massa e não bebo refrigerante
Isso acontece porque fiz reeducação alimentar em 2008 e, desde então, não consigo voltar a comer coisas super calóricas. Eu emagreci 20 quilos. Era bem gordinha! Fiquei traumatizada rs. Hoje, sou super natureba. Como pouco e só comidas saudáveis, mas acho que não comer nem um pouquinho de massa/fritura e doces pode prejudicar minha saúde. Já tentei, mas não consigo voltar a comer bolo, chocolate, macarrão e seus derivados.
♥ Sou descendente de japoneses
Meus avós por parte de pai vieram do Japão para o Brasil há muito tempo atrás! Meu pai é completamente japa, mas nasceu no Brasil. Sendo assim, eu sou sansei. Me orgulho muito disso! Também sou descendente de italianos (por parte de mãe), mas me identifico MUITO MAIS com o lado japonês.
♥ Morei no Japão por 6 anos
Pois é, fui para a terra do sol nascente com apenas 4 meses de idade e voltei aos 6, para começar a estudar aqui no Brasil. Visitei o Japão novamente, aos 8 anos. Meu pai mora lá! Sinto muita saudade do país, mas acho que prefiro morar no caloroso Brasil.
♥ Sou apaixonada por línguas
Adoro aprender idiomas (não é à toa que faço Letras hehe). Já estudei inglês, latim, francês e japonês. Sou fluente apenas em inglês, mas semestre que vem continuo com o francês e com o japonês. Espero ficar fluente logo!
♥ Escrevo em diários desde que eu tinha 14 anos
Dei uma parada agora, porque tenho escrito no blog, mas vira e mexe pego meu velho caderno e escrevo bastante.
♥ Levo uma vida de Amélie Poulain
Às vezes, acho que direciono a vida do jeito que a Amélie direciona. Quer saber como é? Leia o POST \o.


*Blogs
Terei que burlar a regra, porque não conheço tantos blogs e não converso muito com blogueiras rs (sou muito relapsa, às vezes). 
Então, quem quiser responder ao selinho, fique à vontade *-*

Frio e sensações

Hi, my lovely readers! Ontem, voltei de viagem! Já estou sentindo saudade dos meus tios. A semana na casa deles foi simplesmente MARAVILHOSA e me fez um grande bem.
Na terça-feira, fui almoçar no Shopping Tamboré e, lá, pude conhecer a filhinha do meu primo (ela é tão fofuxa) que não chorou quando eu a peguei no colo!
As minhas notas da faculdade já saíram e me alegrei com elas, embora não esteja satisfeita rs.
Eu realmente AMO o frio, mas devo dizer que ele quase me matou em Sampa! Aqui em Sumaré, o frio está congelante... porém, acho que  o tempo está melhor do que na capital.
Depois de arrumar minhas tranqueiras, eu fiquei o maior tempão sem fazer nada rs ô coisa boa!
Hoje, passei a tarde fazendo o curso da CAPES e depois fui à cabeleireira. 
Deu dó de cortar meu cabelo, mas ele estava detonado. Gostei do resultado (repicado, em V e com franjão). Amanhã, posto foto!
A tia e a prima da minha mãe vieram para a casa da minha avó, de manhã fui encontrá-las.
Agora de noite, eu me enfiei debaixo das cobertas e coloquei Suki-tte ii na yo para assistir. Já me estressei com algumas coisas (ai que raiva de uma b*tch que apareceu). Mas devo confessar que a protagonista é muito molenga (ela consegue me superar haha), me identifico bastante com ela... Já senti vontade de chorar, mas vou me controlar! Não estou podendo assistir romances, porém... é preciso enfrentá-los.
Diferentes sensações têm preenchido minha mente e meu coração..., também né.. muitas coisas aconteceram nesses últimos tempos, coisas que eu não mencionei aqui no blog.
Mas posso dizer que tem a ver com vida amorosa trágica e amizades prejudicadas. Há um ano atrás, ontem era um dos dias mais tristes da minha vida. Soube de uma notícia que me destruiu (a pessoa que eu mais amava postou que estava em um relacionamento sério, no face - longa história). É estranho olhar para o mesmo dia, um ano depois, e saber que tudo está bem de novo. Às vezes, coisas ruins acontecem para que coisas melhores possam vir à tona. Deus sabia o que estava fazendo! Hoje, eu entendo isso... Toda a dor foi necessária, mas passou  O 24 de Julho de 2013 foi um dia feliz e isso é o que importa.... Seguir sempre em frente! Através disso, percebi que nenhum sofrimento é eterno.
Atualmente, tenho lutado com todas as forças para não cair na tristeza... considerando que nunca me dou bem no campo afetivo.
Finalmente esqueci um alguém que eu amava demais e só me  fazia mal, finalmente tomei coragem e o excluí do face e da minha vida. Eu tinha achado outra pessoa, pensei que pudesse dar certo... porém, não deu (ok, de novo). As coisas terminaram com eu me ferrando, sendo humilhada pela pessoa que eu gostava e impedida de gostar da pessoa que havia aparecido. Daora a vida né? Confesso que me revoltei e fiquei muitíssimo triste, mas a vida segue. Estou exausta.. não tenho vontade nem de pensar sobre sentimentos.
Mas um dia a vida me surpreende novamente.
Pessoas vem e vão.
Minha melhor amiga encontrou um amor, fico muito feliz por ela, mas isso implica em nosso distanciamento. Afinal de contas, é complicado conciliar faculdade + trabalho + amigos + namorado + família. Tenho até dó dela, pois vejo que ela se esforça em se desdobrar para dar atenção pra todo mundo.
Eu entendo, mas sinto aquela dorzinha no peito.. por isso. 
Sinto-me mais sozinha do que nunca, mas ao mesmo tempo me sinto completa.
Isso é estranho, estou no auge da minha alegria... sem precisar de ninguém.
Eu podia escolher uma pessoa, mas não quero qualquer um. Comigo, as coisas não funcionam desse jeito.
Antes só do que mal acompanhada.
Nesse tempo sozinha, eu vou me construindo e fazendo as coisas que gosto.
Sabe... não importa se quase todo mundo já encontrou alguém e eu não. 
Não importa se eu vejo o amor se instalar na vida das pessoas, enquanto a dor se instala em mim.
Não importa se todos os caras que eu encontro, passam um tempo comigo e depois dizem: "ah tchau, eu estou gostando de outra pessoa." 
Não importa se eu pareço não me encaixar nesse mundo.
Pois eu sei que Deus quer me ver feliz... e Ele está me conduzindo até essa felicidade.
Algum dia, alguém que eu goste vai gostar de mim também.
Por enquanto, é só vazio... Vazio que eu vou preencher com o que eu sou.

E acabou o festival...

Hi, my lovely friends! Ontem não escrevi, porque estava morrendo de cansaço.
O segundo dia do festival foi bem mais produtivo que o primeiro!
Consegui ver apresentações de karatê, tirei foto com a Tsubasa *-* (consegui autógrafo também), tirei foto com o Mario e com o Luigi, vi muitas rodadas de Just Dance 4, vi vários cosplays, Darth Vader e alguns jedis também deram as caras por lá haha, conheci todos os produtos expostos (sério, eu rodei pelo evento umas 10 vezes) etc.
Ontem, fiz origami em tecido e oshibana.. preciso tirar foto para mostrar a vocês! 
Escrevi pedidos no tanzaku e já os pendurei no bambu, espero que funcione como sempre funcionou.
Descobri com é o meu nome em kanji e também o escrevi em hiragana (shodo). 
Fiquei extramente fascinada pelo Just Dance, eu realmente preciso de um kinect! Mas enquanto o dinheiro não entra haha, vou treinar as coreografias através de vídeos do Youtube.
Hoje eu fiquei andando pela feira novamente, mas confesso que já estava entediada rs, pois já havia visto tudo o que tinha para ver!
No entanto, andei por todos os espaços novamente e pude conferir coisas interessantes.
Havia muita gente em tudo quanto é canto, mas o meu local preferido era, sem dúvida, a parte de games e mangás! Fiquei o maior tempão jogando no Nintendo DS 3D!
Foi bem legal ver o pessoal do karatê e todos aqueles caras quebrando telhas com braço, mão e cabeça.
O festival acabou.. mas me rendeu muitíssimas coisas! Não apenas as peças que fiz nos workshops, mas a grande inspiração.
Percebi que há tantas coisas legais que podemos aprender! O melhor é que são todas coisas extremamente saudáveis!
A arte, o esporte, a dança, a cultura... tudo isso me deixou fascinada.
Seguem algumas fotos que tirei no evento!








Origami em tecido

Há mais fotos para colocar! Quem quiser ver outras é só acessar o álbum no meu Face (está aberto). 

1 º dia de Festival

Hi, my lovely readers! Hoje foi o first day do festival do Japão.
Tive um pouco de dor de cabeça por conta do fato de eu não ter credenciais para entrar. 
But, eu consegui um cartão provisório \o fiquei com medo da funcionária perder meu passe escolar (porque foi o Ó conseguir tirá-lo: obrigada Unicamp por extraviar meus xerox de documentos). Chegando lá, ajudei o pessoal a organizar o estande, vi a Tsubasa de pertinho, mas não tive coragem de pedir para tirar foto, afinal de contas...ela estava rodeada de funcionários e seguranças.
A primeira coisa que fiz foi aprender etegami com a minha tia. Noossa, como foi difícil! Mas até que não ficou tão ruim assim, eu gostei bastante da experiência.
Depois eu fui andar pelo local, espiando os vários estandes.
Quase surtei diante dos inúmeros mangás de uma loja, como estou com meu patrimônio líquido zerado, comprei apenas o último exemplar de Card Captor Sakura (por ape-penas R$ 2,00). Só que a minha vontade era levar todos de Naruto, Kaichou, Soul Eater, Rurouni Kenshin, Bleach etc.
Assisti a dois mini-documentários muito interessantes sobre a imigração japonesa. O Bradesco que os promoveu. Um era sobre as mulheres japonesas e suas descendentes e o outro sobre um grupo de pessoas que moravam nas colônias japonesas, no interior, e a relação deles com o cinema. Estes filmes são relíquias, pois datam de uma época em que eu nem pensava em nascer.
Passei o maior tempão vendo o Robocon 2013! Que negócio awesome! Era uma competição de projetos de mecatrônica (feito por estudantes de universidades do mundo inteiro). Os grupos deviam levar objetos até um recipiente, através de um trator com controle remoto (uma espécie de Indiana Jones da robótica). Eu gravei um vídeo, vou deixá-lo aqui! Me encantei com aquilo rs, talvez algum dia eu faça Engenharia Mecatrônica. Tirei foto de uma lolita! Ai que kawaii, eu gostaria de me ver nesse estilo.. porém, acho que não cairia muito bem.
Também pude assistir uma maravilhosa apresentação de taiko! Fiquei morrendo de vontade de aprender essa arte tão bela.
Bom, por hoje foi isso que eu fiz! Infelizmente tive que ir embora mais cedo, mas amanhã aproveitarei muito mais!
Aguardem!
É extremamente fascinante estar em um ambiente como este festival, pois graças a ele, consigo entrar em contato com parte do que eu sou. Mergulho no oceano japonês e reencontro partes de mim mesma. Ouvir músicas, assistir apresentações, ver objetos, ingerir comidas, ver pessoas, aprender arte japonesas é algo que me causa muita alegria, pois sei que tudo isso faz parte da minha história. Eu cresci no Japão, minha formação inicial se deu lá, afinal, foi em tal lugar que passei toda a minha primeira infância. Infelizmente, minhas relações com o Japão foram diminuídas, porque voltei ao Brasil e fiquei apenas com meus parentes descendentes de italianos.
Mas eu sempre me senti um peixinho fora d'água, alguma coisa estava errada... Fui percebendo aos poucos que eu sentia falta da cultura japonesa. É com ela que eu me identifico mais.
Graças a Deus, estou resgatando essa parte de mim! Por isso digo que é tempo de uma transformação muito grande na minha vida.
Quando nossos pensamentos mudam, toda a nossa vida muda também.
Pedi a Deus que me orientasse nessa missão de me tornar uma pessoa melhor, e Ele, como sempre, está me ajudando muito.
Antes de eu conseguir uma das coisas que mais quero, era preciso que eu ME achasse.
O povo do meu face já deve estar de saco cheio de tanto que eu posto coisas relacionadas à cultura japonesa... haha. Mas é isso o que estou vivendo agora!
O cansaço chegou rs, preciso ir dormir! Até amanhã!



Lolita





Taiko

Minha pintura!


E aqui está o vídeo de uma das competições do Robocon:

video



Por trás do palco e outras descobertas

Hi, my lovely friends! 
Puxa vida, estou quebrada! Hoje acordei às 05:15 da manhã, pois precisava ir ajudar meus tios a organizarem o estande do Festival do Japão.
Demos carona para uma senhora muito simpática que faz aulas de etegami também. Acabou que meus tios e ela foram conversando em japonês o caminho inteiro... e eu... bem haha, fiquei moscando! Entendi pouquíssima coisa! Mas gosto bastante de ouvir o idioma, assim ele vai entrando na minha mente.
Minha cabeça já estava uma loucura só rs! 
Chegando no espaço onde será o festival, fomos organizar o estande. É realmente interessante ver como funciona o processo de montagem de um evento tão grande quanto este.
Quem vai para o festival e o vê todo pronto, não tem ideia do quão trabalhoso é deixar tudo em perfeito estado para receber os visitantes.
Foi um prazer ajudar todas as senhoras do etegami! As pinturas são extremamente LINDAS! Fiquei babando diante dos enfeites, cartões, bolsas, porta-hashis etc. 
O almoço foi uma delícia: sushi e oniguiri! Não comi pão com mortadela ou esfirra, pois não estou afim de engordar (eu e minha neura).
Dei umas voltas pelo lugar, mas não havia muita coisa para ver.
Diante de nós, estavam montando o estande da Tsubasa *-* Mal posso esperar para ver o show dela.
Depois de ficarmos lá um tempão (eu só ouvindo um monte de gente falando japonês rs, o que achei incrível), voltei para a casa dos meus tios.. morrendo de sono.
Fui na Associação Japonesa e consegui comprar meus três ingressos para o Festival yeey!
Tirei algumas fotos, mas só vou postar todas quando chegar em Sumaré (porque lá tenho meus programas de edição de fotografia). 
Nesse meio tempo, troquei sms a torto e a direito com a Pam!
Recebi a nota da disciplina de Escrita e Oralidade, fiquei contente com meu desempenho (embora não esteja satisfeita, acho que eu poderia ter feito melhor).
Também li o e-mail da minha linda professora (agora orientadora) super feliz, pois voltaremos a trabalhar juntas! Serei, mais uma vez, apoio didático da disciplina de Leitura e Escrita :)
Semestre que vem, estarei ferrada.. mas ok, é desse jeito que eu gosto!
Venham aproveitar o Festival amanhã, pessoal! Haverá muitas atrações!
Quero ver os cosplays e os estandes de animes/mangás/jogos! 
Falando nisso, estou vendo um anime bem legal: Suki-tte ii na yo! Ahh e logo menos, posto a resenha de Kaichou wa maid-sama!
Consegui encontrar uma relíquia de família! Achei as listas de passageiros dos navios em que meu avô e avó vieram do Japão (meu Deus, quantos plurais na mesma frase!). Foi tão emocionante!! Quero reconstruir o passado da família e conhecer mais sobre minha própria "identidade".
Bom, já vou indo... Amanhã é dia de andar e "carpir o dia" (Carpe Diem) hahaha
Hasta la vista!