Sobre emoções, valores e ... Internet - Por Fabinho Guilherme

Olá, lindas pessoas que leem a Thay. Fico feliz em ocupar, por algumas linhas, esse lindo espaço, vejam só vocês. Primeiramente, eu sou o Fabinho e eu não sei me apresentar. Pois bem, eu faço letras na Unicamp, por um acaso na mesma sala que a Thay. Sou professor de português em um cursinho e adoro o que faço, mesmo sendo pobre diante de tal realidade. Creio que seja isso.
Pois bem, estou aqui para trazer, espero, alguma discussão relevante sobre qualquer tema aleatório. Penso eu sobre o que gostaria de dizer às pessoas. Daí lembro-me que aqui é um bom lugar para se dizer coisas às pessoas. Olhem só. Então penso nos relacionamentos de hoje em dia. Vish. Não sei para o mundo está sendo levado, mas há alguns detalhes que não me são vistos enquanto corretos. Acho que seria válido que eu enumerasse alguns detalhes.
Primeiramente, exponho a verdade atual sobre os relacionamentos. Há três coisas que vêm sendo notadas muito facilmente que são relevantes e, na verdade, seguem uma sequência: a internet, a falsidade e o egoísmo. Há amor. Creio que, ao iniciar dizendo coisinhas feias eu passe a figura daqueles pessimistas que querem toda atenção a si (“olhem, olhem pra mim odiando o mundo”). Não é isso. São coisas intrínsecas à sociedade que nem sequer notamos, tento discorrer um pouco sobre elas.
Os tempos atuais estão necessariamente ligados à internet. Necessariamente. Isso não é ruim. Isso é lindo. Me tire a internet. Me veja agonizar em prantos. Básico do ser humano. Entretanto, a internet é o lugar do anonimato. É o lugar onde se pode conversar com as pessoas sem demonstrar suas verdadeiras reações. A outra pessoa não vê se você realmente sorriu à piada que foi feita e, ainda que você grite de raiva por algo que foi dito, é possível simplesmente fingir que nada o preocupou. Suas reações não são imediatas. Isso treina as pessoas a serem mais controladoras de suas emoções. Isso treina a todos nós para que não demonstremos as emoções que realmente sentimos. Isso gera uma falsidade. É fácil se mascarar em frente aos amigos. Mas, por que faríamos isso? Egoísmo. Oh, somos todos célebres malditos sem coração? Não é isso. Deve ser bem chato um babaquinha qualquer invadir o blog da linda de vocês pra ficar falando da sociedade. Mas está bem. É culpa da sociedade. E ainda me agradeçam por eu não vir aqui falar da política e suas ideologias. Hehe. Então, o que se passa é que, tipo, os pais da geração de 90 viram crianças que, de repente, tiveram contato com muitos desconhecidos, confiando muito facilmente neles. Muitos desses, vendo uma brecha, não foram, assim digamos, tão legais. Isto é apenas um dos muitos valores que servem de exemplo, mas a questão é que a modernidade nos tem dado muita facilidade para ser desonestos, e muitos vêm aproveitando a oportunidade. Isso gera nas pessoas o sentimento de desconfiança para com todo mundo. Além disso, há o mercado de trabalho, que oferece, de fato, ótimas oportunidades. Mas estas acabam sendo para poucos. Com isso, conclui-se que se deve superar os outros, nem sempre de forma justa, para que se consiga alcançar o sucesso. A ideia que se tem é a de que não há espaço para todos alcançarem o sucesso. Não é ruim buscar o sucesso pessoal, mas quero dizer que é a mentalidade das pessoas de que se o seu próximo conseguir o sucesso, significa que ele está tomando a oportunidade que pertenceria a você. E isso não se trata só no mercado de trabalho, mas é uma mentalidade levada para a vida até dos que nunca trabalharam, refletindo-se nos relacionamentos.
Ocorre que as pessoas tentam realizar uma espécie de jogo de comportamento junto às pessoas com quem se relaciona. Tentam formular um ambiente em que a outra pessoa dependa de seu relacionamento, sendo você a pessoa superior na relação. Isso em troca dos benefícios que a amizade ou namoro podem oferecer. Isso é reflexo da mentalidade atual da sociedade ocidental. Vem de longe, longos tempos atrás, mas demonstra-se com mais força nos dias atuais, com habilidades potencializadas pela tecnologia.
Assim, finalmente, após tentar contextualizar violentamente a situação, tento trazer o meu olhar sobre o que devem ser os relacionamentos. Acredito que o amor seja o oposto do egoísmo. Então, se realmente há uma amizade na qual se acredita haver um grande valor, a solução não é o egoísmo, e sim o amor. O amor é dar tudo o que se tem a pessoa amada. Claro que a sensatez é algo a se considerar, ser sensato é ser sensato, peçam a Thay para que ela os diga como ser sensato. É dar tudo, mas não inconsequentemente. Tudo o que for preciso. Sem querer nada em troca. Apenas por amor. Nunca deixar de amar por não ser correspondido. Tratar a todos com amor. Se alguém recebe seu amor e lhe devolve egoísmo, não se vinga. Seu amor é a semente que se planta. Se alguém lhe planta egoísmo, é isso que se vai colher. Mas você, plantando amor, sempre terá amor a colher. Não pense que pode se passar por trouxa ao semear somente o amor. Caso algo vá errado, não foi por ter semeado o amor, mas por outros semearem coisas ruins. Trouxa é quem gasta os dias de suas vidas sendo egoísta. As pessoas que semeiam egoísmo perto de você, que semeia amor, irão se afastar. E sobrarão as que reconheceram seu amor e quiseram isso para si também. Assim, você não precisará se preocupar com o que se está ganhando, mas com o que tem a dar. Com todos à volta pensando assim, você também receberá, sem nem se esforçar para isso.
Com isso, concluo minha visão sobre os relacionamentos. Não sou velho, não sou sábio, sou apenas um jovem que fez conclusões sobre o mundo que me têm apresentado bons frutos. Espero que, a vocês, também faça a diferença.
Meus carinhosos abraços, e que o bacon esteja com vocês! :D

Music* Top 5 - Covers

Hi my lovely friends!! Como estão?? Espero que MUITO bem!! Como vocês devem saber (ou não haha), eu amo música! Cantar para mim é uma terapia maravilhosa *-* 
Dia desses, eu estava procurando alguns covers no Youtube, e acabei encontrando alguns que realmente me fascinaram! Aqui vão os 5 que mais me chamaram a atenção! Enjoy!
URGENTE: eu criei um formulário e gostaria muito que vocês (leitores lindos *-*) compartilhassem seus pensamentos comigo! É só clicar (AQUI)! Ficarei extremamente feliz em saber um pouco mais sobre vocês! Tem uma questão em que peço um conselho para vocês, os melhores conselhos serão divulgados em um post do blog *-*
Obrigada (:


1 - Little House - Victoria Lee
Gostei muito dos covers da Vickii Lee!! *-* Não apenas de "Little House" como também de outras canções. Acesse o canal dela (AQUI)


2- Back to December - Alyssa Bernal
Voz docinha *-* essa garota já é bem conhecida por seus covers!
Acesse o canal (AQUI)



3 - Amor Perfeito  - Malu Kyriakopoulou 
Gente, essa moça é grega e canta MUITO bem , em português *-*
Amei!! Vi pela primeira vez, na Unicamp, no término da aula de Latim , haha.
Canal (AQUI)





4 -  Vejo enfim a luz brilhar (I See the Light) - Pam e Fabinho Guilherme
HAHA, esses dois eu posso dizer que  conheço (são meus friends U.U) !! *-* Esse é o MELHOR cover Disney que já ouvi *-* 
Canal (AQUI)

5- Ela é a MELHOR *-----------------------------------------*

 

Bônus
Boyce Avenue que é com certeza o que há de melhor em covers!



Letters* O Teu Riso - Pablo Neruda

Hi guys!! Estou apaixonada por certos poemas *-* Precisava compartilhar "O Teu Riso" de Pablo Neruda, com vocês!!
 

O teu riso
Tira-me o pão, se quiseres,
tira-me o ar, mas não
me tires o teu riso.
Não me tires a rosa,
a lança que desfolhas,
a água que de súbito
brota da tua alegria,
a repentina onda
de prata que em ti nasce.
A minha luta é dura e regresso
com os olhos cansados
às vezes por ver
que a terra não muda,
mas ao entrar teu riso
sobe ao céu a procurar-me
e abre-me todas
as portas da vida.
Meu amor, nos momentos
mais escuros solta
o teu riso e se de súbito
vires que o meu sangue mancha
as pedras da rua,
ri, porque o teu riso
será para as minhas mãos
como uma espada fresca.
À beira do mar, no outono,
teu riso deve erguer
sua cascata de espuma,
e na primavera, amor,
quero teu riso como
a flor que esperava,
a flor azul, a rosa
da minha pátria sonora.
Ri-te da noite,
do dia, da lua,
ri-te das ruas
tortas da ilha,
ri-te deste grosseiro
rapaz que te ama,
mas quando abro
os olhos e os fecho,
quando meus passos vão,
quando voltam meus passos,
nega-me o pão, o ar,
a luz, a primavera,
mas nunca o teu riso,
porque então morreria.

É muito amor gente! Morri *-*

Letters* Again

Aqui estou eu mais uma vez...
Existe algo dentro de mim que me impede de desistir, aquela pequena coisa saltitante que aquece o coração, sim é isso mesmo, ela se chama esperança!
Aqui estou eu de novo, lutando por isso, empenhando todas as minhas forças em fazer dar certo.
Pois é querido amigo, eu estou nessa há quanto tempo? Quantas vezes eu já tive que voltar ao início e percorrer o caminho todo mais uma vez? E eu não sucumbo, isso é impressionante.
Há uma força permanente e potente que me mantem sempre em frente.
Quantas pessoas eu já vi conseguindo avançar, e eu... eu fui ficando para trás. Sem entender, parada no meio do caminho inconformada.
Mas, eu jamais fiquei em inércia por muito tempo, sabendo ou não o porque de minhas desventuras, eu segui adiante. 
É incrível, ainda não posso acreditar que estou aqui novamente...
Já rodei por esse círculo quantas vezes? Inúmeras!
Eu sempre venho até aqui com a esperança de encontrá-lo, mas você nunca vem... Às vezes,  vejo uma sombra, mas não é você, é apenas o guardinha da estrada. 
Que sempre  me vem com a mesma conversa, o mesmo argumento : espere, não tenha pressa!
Ele já está cansado de me ver vindo aqui todos os dias. Desconfio que até esteja com pena de mim, ou me acha uma completa idiota, por conta da minha insistência em te encontrar.
Várias vezes sentei no meio da estrada, debrucei-me sobre a pedra no caminho e desatei à chorar, como a Alice perdida no país das maravilhas ou a Dorothy na estrada de tijolos amarelos. Não encontrei nenhum Cheshire, muito menos um amigo espantalho, encontrei outra pessoa.
Enquanto me debulhava em lágrimas, por não saber mais o que fazer, mais confusa que japonês em festa junina, um senhor de longas barbas brancas aproximou-se. 
Ele sorriu para mim e me ajudou a levantar, eu sentia que o conhecia de algum lugar, de certa forma ele me trouxe paz e uma forte sensação de segurança.
Sabe, eu estava realmente cansada, meus olhos estavam vermelhos e eu já não sabia de nada. O senhor me tomou em seus braços e carregou-me por um longo percurso.
Naquela hora, eu me senti tão bem! O senhor emanava luz e bondade... e quando eu finalmente "acordei", estava sentada na areia diante do mar. O senhor estava atirando pedrinhas nas ondas. 
Perguntei o seu nome e por que havia me amparado. Ele somente olhou para mim, depois para as ondas e disse:
- As ondas precisam da ajuda do vento, para caminharem... Elas mudam, vem e vão até quebrarem-se e ressurgirem sob a forma de uma nova onda. 
Fiquei olhando para ele com cara de dúvida, o senhor percebeu, mas nada explicou.
Apenas abraçou-me e disse:
- Você sabe quem eu sou.
Aflita, lembrei-me da minha infinita busca.
- O senhor sabe onde ele está?
Ele sorriu calmamente, um sorriso tão sereno que me contagiou.
- Ele esta aí! Esteve com você o tempo todo! Você não percebeu? Por que procurava por ele tão desesperadamente, se ele estava aí o tempo inteiro? Olhe com o coração, não com os olhos, eles às vezes enganam.
Quando fui responder, notei que o senhor havia simplesmente desaparecido!
No lugar em que se sentara, havia um objeto de prata, peguei-o.
E então eu o vi.
O objeto era um espelho e o que eu via, era meu próprio reflexo. Nos meus olhos eu o encontrei. O senhor tinha razão, você sempre esteve comigo!!! Jamais me abandonou! Fui tola por percorrer a estrada toda milhares de vezes, sendo que você estava bem diante do meu nariz? Não, pois se eu não tivesse percorrido todo esse caminho, jamais haveria me transformado em quem sou, não teria essa força tamanha. Não teria encontrado aquele senhor. Eu era como uma onda, que com a ajuda do senhor pode prosseguir e através da minha jornada fui me transformando, a cada decepção por não encontrar quem eu tanto buscava, me modifiquei e renasci.
Hoje entendo, a felicidade não está no fim e sim ao longo do caminho. Eu poderia ter visto com o coração antes, fiquei preocupada em procurá-lo fora de mim, sendo que você estava bem aqui dentro o tempo todo. Você jamais me deixou.
Quem era o senhor? Você sabe quem é, veja com o coração como eu vi.
O senhor era Deus.... e você, você é o Amor. 
Por T. T. Yamasaki


 






Book* Fazendo meu filme 1 - Paula Pimenta

Hi my lovely friends!! Que saudade! Tenho muito o que contar para vocês *-*
Fazendo Meu FilmeHoje é um dia meio triste, pois meu pai foi embora para o Japão... deve estar no avião, numa hora dessas :/
Depois conto melhor para vocês (: Esse post é dedicado à outra coisa! O MARAVILHOSO livro "Fazendo meu Filme 1 - A estreia de Fani" de Paula Pimenta, aí vai a resenha! 

Sinopse:Tudo muda na vida de Fani quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima. “Fazendo meu filme” nos apresenta o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades.   
Fonte: Skoob 

O enredo é bem dinâmico, a linguagem é simples e gostosa! Não tem como não se identificar com a Fani e suas loucuras. Sem contar que o livro contem algumas inovações que lhe conferem um sabor especial, todo capítulo se inicia com o trecho de algum filme *-* A protagonista é cinéfila e sempre faz alusão a algum filme legal, tirando lições dele. Logo no início do livro, tem uma lista dos filmes preferidos da Fani. 
A história é super fofa, ficamos torcendo para que as coisas deem certo todo o tempo. Às vezes dá vontade de dar um soco na Fani, porque ela como a maioria das mocinhas dos livros, não enxerga o que está diante de si! Esse é o primeiro Chick Lit nacional que leio.
Pensei que fosse detestá-lo, por estar acostumada com os estrangeiros.... porém, Fazendo meu Filme me surpreendeu demais! Achei a narrativa da Paula Pimenta bem tranquila e instigante, senti vontade de ler a toda hora!! A história não para nunca, sempre acontece alguma reviravolta, sem contar que me lembrei muito da Meg Cabot ao lê-la *-* A Paula, como descobri mais tarde é fã da Meg *---* e isso conta muitos pontos para mim! Foi muito bom ler sobre o cotidiano de uma adolescente brasileira, sentimos a história mais próxima de nós.
Paixão, amizade , amizade-amor, diversão, decepções, expectativas, medos, romance... você encontra de tudo nesse livro *-*
Há também as playlists musicais *-* que o apaixonante Leo (amigo da Fani) grava para ela em CD ._.
Eu já comprei o livro 2! Mal posso esperar para ler a continuação, já que sou fascinada por intercâmbio, filmes, músicas e Inglaterra!
Super recomendo a trilogia Fazendo Meu Filme a todos vocês!! Vale muito a pena!
A resenha teve que ser feita correndo, me perdoem por não ter ficado tão boa assim. 
Deixo alguns links para compensar ;)

- Site oficial do livro - que é muito legal ,por sinal *-* (AQUI)
- Resenha do livro 2 (AQUI)
- Resenha do livro 3 (AQUI)

Letters* Mandamentos para a Vida

Hey my lovely friends! Eu estou viva \o/ Me desculpem a demora em postar, a vida está bem corrida D:
Aconteceram vários imprevistos (a vida gosta de me pregar peças), e eu tive que lidar com todos eles (se vira nos 30 \o/), o que foi um pouco difícil. Mas, agora está tudo bem (eu acho haha). Tenho mil textos para ler, não devia estar aqui escrevendo, mas não posso abandoná-los *-* 
Eu enfrentei mais uma fase da vida! Estava com sérios problemas comigo mesma, a iminência da partida do meu pai estava me entristecendo muito, tive algumas decepções com pessoas que eu amo, deu problema em uma matrícula minha na universidade (eu tinha escolhido a turma da noite e me colocaram na turma da manhã D:)...
Porém, estou contente agora... com a minha matrícula de manhã, tenho a sexta-feira livre \o/, fui ver meu pai e passei o fim de semana com ele. Arrastei-o para o Museu da Língua Portuguesa *-* e andei de trem! LOL.
Perdi cento e poucos reais ontem, mas tudo bem. Temos que tirar força de tudo!
Agora chega de blá blá blá rs... vamos ao que interessa! Eu nunca tinha lido algo tão verdadeiro!

Mandamentos para a Vida *-*

A amizade é um amor que nunca morre. 

A amizade é uma virtude que muitos sabem que existe,
alguns descobrem, mas poucos reconhecem. 
A amizade quando é sincera o esquecimento é impossível 
A confiança, tal como a arte, não deriva de termos resposta para tudo, mas,
de estarmos abertos a todas as perguntas. 
A dor alimenta a coragem. Você não pode ser corajoso se só aconteceram
coisas maravilhosas com você. 
A esperança é um empréstimo pedido à felicidade. 
A felicidade não é um prêmio, e sim uma conseqüência,
a solidão não é um castigo, e sim um resultado. 
A felicidade não está no fim da jornada, e sim em cada curva do caminho que
percorremos para encontrá-la. 
A gente tropeça sempre nas pedras pequenas, porque as grandes a gente logo enxerga. 
A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delicia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você. 
A infelicidade tem isto de bom: faz-nos conhecer os verdadeiros amigos. 
A inteligência é o farol que nos guia, mas é a vontade que nos faz caminhar. 
A maior fraqueza de uma pessoa é trocar aquilo que ela mais deseja na vida, por aquilo que ele deseja no momento. 
A persistência é o caminho do êxito. 
A pior solidão é aquela que se sente na companhia de outros. 
A SOLIDÃO É UMA GOTA NO OCEANO QUE SÓ OLHA PARA SI MESMA... UMA GOTA QUE NÃO SABE QUE É OCEANO... 
Amigos são a outra parte do oceano que a gota procura... 
A tua única obrigação durante toda a tua existência
é seres verdadeiro para contigo próprio.
A verdadeira amizade deixa marcas positivas que o tempo jamais poderá apagar. 
A verdadeira amizade é aquela que não pede nada em troca, a não ser a própria amiga. 
A verdadeira generosidade é fazer alguma coisa de bom por alguém
que nunca vai descobrir. 
A verdadeira liberdade é poder tudo sobre si.
Algumas pessoas acham-se cultas porque comparam sua ignorância com as dos outros. 
Amigo de verdade é aquele que transforma um pequeno momento em um grande instante. 
Amigo é a luz que não deixa a vida escurecer. 
Amigo é aquele que conhece todos os seus segredos e mesmo assim gosta de você! 
Amigo é aquele que nos faz sentir melhor e sobre tudo nos faz sentir amados... 
Amigo é aquele que, a cada vez, nos faz entrever
a meta e que percorre conosco um trecho do caminho
Amigos são como flores cada um tem o seu encanto por isso cultive-os. 
Amizade é como música: duas cordas afinadas no mesmo tom, vibram juntas... 
Amizade, palavra que designa vários sentimentos, que não pode ser trocada por meras coisas materiais... Deve ser guardada e conservada no coração!!! 
As pessoas entram em nossas vidas por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem. 
Celebrar a vida é somar amigos, experiências e conquistas,
dando-lhes sempre algum significado. 
Diante de um obstáculo não cruzes os braços, pois o maior
homem do mundo morreu de braços abertos. 
Elogie os amigos em público, critique em particular. 
Errar é humano, perdoar é divino. 
Evitar a felicidade com medo que ela acabe; é o melhor meio de ser infeliz. 
Faça amizade com a bondade das pessoas, nunca com seus bens! 
Felicidade é a certeza de que a nossa vida não está se passando inutilmente.
Érico Veríssimo

Top 5 - Clipes Mais Emocionantes

Hi guys! Vida corrida demais da conta! Trabalho, universidade, papys... vish!
Ontem, eu estava num daqueles dias em que tudo o que queremos fazer é ouvir músicas melosas e chorar horrores haha. Para dar mais emoção, fui procurar não apenas músicas lindas, como também vídeos (masoquismo nível 100)! Encontrei muitas produções incríveis, listei os 5 melhores para compartilhar com vocês! Sou muito sentimental rs, choro mesmo... o bom é que alivia e a alegria volta com tudo, no dia seguinte \o/

Obs: Ler a tradução da música é super importante (entendemos o contexto melhor *-*)


1- What Hurts The Most - Rascall Flats
Tradução (AQUI)


2- Jar of Hearts - Christina Perri
Tradução (AQUI)


3-  The Way I Loved You - Taylor Swift
Versão The Notebook (Diário de uma Paixão *-*)
Tradução (AQUI)


4-  If I Knew Then - Lady Antebellum






5- Bleeding Love - Leona Lewis
Tradução (AQUI)




P.S: Só coloquei os que nunca postei no blog, há alguns mais emocionantes ainda, mas que já foram postados. 
Menção honrosa: The One That Got Away - Katy Perry, Who Knew - P!nk, Far Away e Never Gonna Be Alone - Nickelback etc.

Feelings* Quando a vida vira do avesso

Hi, my lovely friends! Eu estou com muita saudade de vocês D:
Minha vida tem estado muito corrida, desde o começo do mês de fevereiro. Acho que isso é extremamente bom! Nada como ocupar a cabeça para esquecer os problemas *-*
Bom, muita coisa aconteceu nesse tempo que se passou e, o post de hoje é exatamente sobre isso: mudanças. 
Algumas mudanças (a maioria) vem de súbito, nos pegam de surpresa! Outras são planejadas por nós mesmos. Mas, normalmente uma mudança implica em outra, é isso o que ocorreu comigo. 
Minha vida virou do avesso, de um jeito totalmente inesperado. É como se eu estivesse em uma montanha russa no escuro e de repente eu me visse diante de uma baita curva ou looping (acho que está mais para looping rs). É sempre assim, acontece algo bom em uma área da vida e em outra tudo desmorona. É impressionante ._.
As pessoas mudam a todo momento, mudam as atitudes delas conosco e depois nos perguntamos: Por quê? O que eu fiz de errado?
Quem você acha que se importa de verdade com você, às vezes, te decepciona. Você percebe que não se importa tanto assim, mas que coisa... você se importa!
Por outro lado, outras pessoas te surpreendem e parecem te dar mais valor do que aquelas pessoas que você pensava que te amavam de verdade.
Isso é triste, você perceber que alguém que você tanto ama e sente falta não te ama tanto assim. 
Desta forma, nos vemos diante de duas opções: continuar amando, valorizando e cativando as pessoas que não fazem o mesmo que a gente, ou abrir mão delas e seguir com a sua vida.
Os conselhos mais corriqueiros são aqueles que dizem: "deixa de ser idiota, pare de ficar se importando com quem não se importa com você!". 
É, mas eu não consigo segui-lo ... até o momento em que eu percebo que não precisam mais de mim e que não fazem a mínima questão de me cativar. Sabe, eu tenho amor próprio! Não costumo desistir de quem eu amo, mas a partir do momento que a pessoa me mostra que não quer receber o meu afeto, eu simplesmente faço a vontade dela.
Sumo.
Então, se eu sumir da sua vida... saiba que só fiz isso, porque você me mostrou que era assim que queria que ocorresse. 
Eu faço de tudo por quem amo, cativo e valorizo... mas preciso receber isso em troca, para saber que sou querida e não apenas aturada. 
Gosto de pessoas sinceras, não gosta mais de mim... fale isso na minha cara e sem rodeios. Eu vou entender, ninguém é obrigado a gostar de ninguém!
Digo isso para todos, amigos, parentes etc. 
Descobri que precisamos cuidar bem de nós mesmos, para podermos cuidar dos que amamos. 
Invistam em vocês, façam o que gostam e demonstrem amor por quem amam, cativem seus amigos, sua família, marido(a), noivo (a), namorado (a), amado (a), pessoas que você  não conhece, animais, plantas, objetos, lugares... cative a vida, o planeta Terra, o Universo. 
Não fique quebrando a cabeça pensando no que fez de errado para a pessoa que parece não se importar mais com você. Deus sabe o que faz. No final das contas, tudo tem um porquê. Enquanto isso, pense no seu futuro... nos seus sonhos e nas pessoas que estão ao seu lado.
Tudo sempre acaba se acertando (: 
A vida precisa virar do avesso e talvez o avesso seja o lado certo. 

Por onde Andei

Hi, my lovely readers! Eu estou viva \o/ Voltei de viagem, antes de ontem... mas estava deveras cansada ._.
As minhas aulas já começaram, estou contente por isso, não estava mais aguentando o ócio rs.
Depois farei um post sobre o meu grande reencontro com o meu dad *-*
Por ora, deixo um texto inspirador! 

À DESCOBERTA DO AMOR 

Ensaia um sorriso 
e oferece-o a quem não teve nenhum. 
Agarra um raio de sol 
e desprende-o onde houver noite. 
Descobre uma nascente 
e nela limpa quem vive na lama. 
Toma uma lágrima 
e pousa-a em quem nunca chorou. 
Ganha coragem 
e dá-a a quem não sabe lutar. 
Inventa a vida 
e conta-a a quem nada compreende. 
Enche-te de esperança 
e vive á sua luz. 
Enriquece-te de bondade 
e oferece-a a quem não sabe dar. 
Vive com amor 
e fá-lo conhecer ao Mundo.
Mahatma Gandhi

P.S: A cada dia que passa, tenho mais certeza de que é impossível viver sem amor.